Notícias do seu Bairro
30.ago.2018
Tamanho da Fonte: A- | A | A+

Entenda como funciona o Vizinhança Solidária

Entrevista com o Soldado Gabriel Ligeiro

Imagem Entenda como funciona o Vizinhança Solidária
Logo Copiar Blog Notícia

Com o objetivo de coibir o crime, proporcionar segurança nas ruas e promover a solidariedade entre vizinhos, a Polícia Militar do Estado de São Paulo, promove o "Vizinhança Solidária", um programa que conta com a parceria e a colaboração dos cidadãos.

De acordo com a Polícia Militar, houve redução de 40% no índice de criminalidade nos principais bairros da zona norte de São Paulo, Santana, Tucuruvi, Tremembé, Mandaqui e Palmas, fazem parte fazem parte do Vizinhança Solidária.

Para conhecer melhor o programa de segurança que é sucesso na zona norte de São Paulo, o ZN Imóvel conversou com o Soldado Gabriel Ligeiro. Confira a entrevista completa.

ZN Imóvel - Da onde surgiu a ideia do programa da Vizinhança Solidária?

Soldado Ligeiro - A ideia vem da polícia comunitária da Inglaterra. No Brasil começou em Santo André, em 2003.

ZN Imóvel - Atualmente, cerca de quantas ruas da zona norte fazem parte do Programa Vizinhança Solidária?

Soldado Ligeiro - Aproximadamente 120 ruas são abrangidas pelo Programa através do 43º BPM/M, comandado pelo Tenente Coronel PM Rogério Santos, através do Capitão Marcelo Reco, do Subtenente Ferreira, dos Cabos Baptista e Gatinone e dos Soldados Isis, Ligeiro, Mariana, Myleide, Fabíola, Wagner e Widmer.

ZN Imóvel - Como participar do Vizinhança Solidária?

Soldado Ligeiro - Para participar é muito simples. Não exige burocracia e nem documentos, basta boa vontade dos vizinhos. Os moradores devem procurar a Companhia da Polícia Militar mais próxima e solicitar o programa de policiamento.

ZN Imóvel - Precisa ter um número mínimo de pessoas para acionar o programa?

Soldado Ligeiro - Basta um ou mais.

ZN Imóvel - Como funciona o programa Vizinhança Solidária?

Soldado Ligeiro - Quando houver alguma movimentação suspeita, o morador deve acionar a polícia através do telefone do Batalhão, fornecer as informações detalhadas, como o endereço e o ponto de referência, assim permite que as viaturas vão imediatamente para o local.

Depois deve ligar para 190 e registrar a ocorrência e na sequência publicar o fato no grupo do WhatsApp do programa, assim os vizinhos são notificados imediatamente do ocorrido. Com a cooperação da população, as viaturas são informadas com mais rapidez, facilitando a ação contra a criminalidade.

ZN Imóvel - Qual o custo?

Soldado Ligeiro - Não. Apenas os impostos da ligação, a faixa e a placa, que não é obrigado a ter.

ZN Imóvel - Quais são os principais meios de comunicação do Vizinhança Solidário?

Soldado Ligeiro - Telefone do Batalhão, o 190 e o grupo do WhatsApp.

ZN Imóvel - Mesmo quando não há suspeito é feito o patrulhamento?

Soldado Ligeiro - Sim e em horários alternados pode ser às 6h, às 8h, vai de acordo com o perfil traçado. E polícia está sempre fardada. Nunca deve abrir a porta para a pessoa que não estiver fardada.

ZN Imóvel - E as faixas e placas como funcionam? É obrigatório?

Soldado Ligeiro - Nas ruas participantes podem ser fixadas faixas e placas com a identificação do programa. Portanto, a produção das faixas e placas fica por conta dos vizinhos. Para colocar a faixa é preciso preencher o ofício, protocolar na Prefeitura e seguir exatamente o modelo da PM. Já a placa não precisa do ofício porque é colocado na residência do morador. O uso da faixa e da placa é opcional.

ZN Imóvel - Neste grupo do whatsapp, tem se regras? O que não se deve fazer neste grupo?

Soldado Ligeiro - O grupo de WhatsApp será apenas para os moradores da rua e os polícias do programa da Vizinhança Solidária. Neste grupo do WhatsApp é preciso ter bom senso e seguir a regrinha básica. Postar apenas questões de segurança ligadas a rua, como por exemplo, uma árvore que caiu na rua. Já o cachorrinho da tia Lili que fugiu, por favor, não colocar no grupo.

ZN Imóvel - É necessário ter whatsapp?

Soldado Ligeiro - Sim. É a melhor ferramenta.

ZN Imóvel - Por que participar do Programa?

Soldado Ligeiro - Para ter mais cidadania e conhecer o seu vizinho.

ZN Imóvel - Qual o principal objeto do Programa?

Soldado Ligeiro - O objetivo é para que a comunidade seja unida e coibir o crime.

ZN Imóvel - Quando há um suspeito, deve-se abordar?

Soldado Ligeiro - Não. Nunca! Deixa a polícia militar fazer isso. Pode ser a hora e o dia que for pode ligar. A Polícia Militar está sempre disponível.

Fonte:
SP Imóvel
O Portal de Imóvel em São Paulo de São Paulo
www.spimovel.com.br/
Equipe de Jornalismo
Grupo de Portais Imobiliários
SP Imóvel
< Post Anterior
Caixa Econômica estuda melhorias para ramo imobiliário
Próximo Post >
Por que ajuste fiscal é importante para o ramo imobiliário?